Nova linha de trem da AMT

Trem double deck da AMT

Trem double deck da AMT

A AMT lançou agora – em dezembro de 2014 – uma nova linha de trem urbano na região da grande Montreal. A nova linha que vai pra Mascouche é chamada de trem de leste, pois atende a parte leste de ilha de Montreal e as cidades vizinhas à nordeste: Repentigny, Terrebone e Mascouche.

É claro que eu fui experimentar a nova linha da AMT e além de postar aqui as fotos, resolvi também falar um pouco da opção de transporte por trem. Aqueles que estão chegando para morar em Montreal ou nas redondezas, geralmente se aglomeram perto das estações de Metro, para garantir a facilidade de acesso ao transporte. Mas em alguns casos, vale apena considerar a rede de trens, que é opção muito interessante de transporte público, o que amplia as opção de bairros para se morar.

A rede de trens da AMT

Interior do trem

Interior do trem

As linhas de trem da AMT são desenhadas para atender as região metropolitana, é o tal do trem de subúrbio. Mas esqueça aquela imagem de trem lotado e fedido com pessoas penduradas nas portas. Na verdade os trens em Montreal são muito mais limpos e confortáveis do que o metrô da da cidade.

Bancos confortáveis, ar condicionado, bagageiro sobre os bancos são alguns diferenciais. No caso da nova linha foram usados os trens “double deck” que já eram utilizados em outras linhas, veja fotos ao lado. É claro que nos horários de pico os trens lotam nas estações mais centrais, mas aquele que pegaram o trem no início da linha estão confortavelmente sentados, lendo, assistindo filme ou interagindo com seus laptops ou tablets.

Mesmo que as linha atendam outras cidades existem várias estações no caminho, e morar perto de uma delas uma a opção a se considerar. Um resumo dos bairros atendidos pelas linhas de trem:

Na ilha de Montreal:

  • Dorval
  • Lasalle
  • Lachine
  • Notre-dame-des-grace / Vandôme
  • Pierrefonds / Roxboro
  • Bois-Franc
  • Saint-Laurent
  • Parc
  • Ville Mont-Royal
  • Ahuntsic*
  • Sault-au-Récollet*
  • Saint-Léonard*
  • Montréal-Nord*
  • Pointe-aux-tremble / Rivière-des-prairies*

* Estações da nova linha

Mapa das linhas de trem ©AMT

Mapa das linhas de trem
©AMT

 

Custo

A tarifa para uso do trem depende da distância em relação ao centro de Montreal. As estações são dividas em zonas e quanto mais longe mais caro. Existe uma tarifa mensal que inclui também ônibus e metrô, então por alguns dólares a mais é possível ter toda a rede da STM e mais o acesso ao trem. Se você morar em rive nord ou rive sud pode combinar a tarifa com o ônibus local (RTL, STL, etc). Você pode também optar pela assinatura anual na qual o 12º mês sai de graça.

Como exemplo, para usar o trem na Zona 1, a mais central, você paga 89,50$ por mês incluindo o título mensal da STM. Exemplos de estações nessa região são:

  • Lachine
  • Lasalle
  • Ville Mont-Royal
  • Ahuntsic
  • Vandôme
  • Montreal-Ouest (Notre-dame-des-grace)

Nem tudo são flores

Claro que nem tudo é perfeito, a tarifa mensal nas zonas mais distantes pode chegar a 200,00 dólares mensais. Além do mais as estações não são subterrâneas e você espera o trem a céu aberto ou na casinha. E por último, o pior problema: o horário. Enquanto algumas linhas tem várias opções de horário e funcionam durante toda a semana, outras linhas tem horários reduzidos e não rodam nos fins de semana. Pense nisso ao considerar o trem como sua principal opção de transporte. A outra questão é que as linhas todas convergem para as duas estações centrais: Gare Central/Bonaventure e Lucien Alier. Então o trem é uma boa opção para se chegar ao centro apenas.

Você já experimentou o trem da AMT? Gostou?

Outros posts e links sobre os trens

Sistema de verificação de pagamento baseado na honra

MythBusters 3 – Tranporte público

Bilhete anual de transporte em Montreal

Stie da AMT

Uma opinião sobre “Nova linha de trem da AMT

Deixe uma resposta para Abner Brito Cancelar resposta

OU COMENTE USANDO O FACEBOOK